22 abril 2010

#3 - Resposta!

Tattoo!

 

Comecemos pelo início:

 

TATUAGEM - “Ação ou efeito de tatuar, arte de introduzir debaixo da epiderme substâncias corantes, vegetais ou minerais, para produzir desenhos indeléveis, como se pratica entre os povos selvagens e entre marinheiros, soldados e criminosos. Esta prática, hoje em dia, é comum entre pessoas das mais variadas culturas e camadas sociais.” (Dicionário Michaelis)

 

Então, tatuagem é isso, a florzinha, o dragão, a libélula, a serpente, o cogumelo, o cachorro, a âncora, a paisagem, a foto de alguém, as formas, as listras, as linhas, os traços e tudo o que a imaginação alcançar. E aí, você tem tattoo?

 

Uma coisa eu posso lhe garantir: Tatuagem não te leva para o inferno!

Mas me diz uma coisa – quem carrega a tatuagem? VOCÊ!

Em Mateus 23.19 diz: “Pois qual é maior: a oferta ou o altar que santifica a oferta?”.

 

Precisamos dividir aqui dois grupos:

Se a tatuagem é feita por alguém que não é cristão o problema deste é: Não ter Cristo como Senhor e Salvador!

A tatuagem é mero reflexo de alguém que vive e convive baseado nas regras que, até então, entende normais.

Ou seja, se alguém está morrendo afogado no mar e grita: “Que remédio tomarei, pois bebi muita água!!!” Primeiro temos que salvá-lo da morte, depois a gente providencia os medicamentos ideais para seu problema, ok?

 

Mas se alguém, cristão, deseja fazer ou tem uma tatuagem, o problema é: O que lhe motivou para essa intenção? E não a tatuagem em si. Afinal, este já confessa a Cristo como Salvador e tem a Bíblia como regra de fé e prática, e esta mesma Bíblia diz: I Co 10.31: “fazei tudo para a glória de Deus.”

 

Sua motivação para fazer a tatuagem ou o desejo de fazê-la é glorificar a Deus?

 

Ué, mas se mesmo a definição do dicionário, a despeito de incluir vários tipos de pessoas, associa tal pratica a:

“povos selvagens e criminosos” fica confuso associá-la a glória de Deus.

 

Ainda assim, suponhamos que a intenção de, na tatuagem, com uma cruz, com versículo ou algo que aponte ao evangelho, seja ganhar pessoas para Cristo, o que seria muito nobre. Estaria esta prática de acordo com a Palavra, com a Bíblia?

 

Vejamos este versículo:

Mateus 16.24 – “Disse Jesus...: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.”

 

Então te pergunto:

Você estaria disposto a aprender a jogar xadrez, ou a estudar sobre os jogos em rede, ou ainda se aprofundar em física quântica para, quem sabe, ganhar os nerd´s para Cristo? Creio que isso parece mais com negar-se e cruz, não?

 

Preciso confessar que o versículo clássico utilizado para dizer que tatuagem é proibida na verdade não diz isso, qual seja: Levítico 19.28 – “Pelos mortos não ferireis a vossa carne; nem fareis marca nenhuma sobre vós”. Senão o verso imediatamente anterior (v.27) nos impediria de cortar a barba e o cabelo de certo modo, olha só: Levítico 19.27 – “Não cortareis o cabelo em redondo, nem danificareis as extremidades da barba”.

 

Porém cremos que a Bíblia ensina que a lei moral de Deus do Antigo Testamento (donde vêm os versos de Levíticos que citei) ainda é obrigatória pra gente agora no Novo testamento, a menos que anulada ou transformada por um ensino do Novo Testamento, quer diretamente ou por implicação.

 

E no Novo Testamento fica claro e autorizado fazer tatuagem, olha só!

Gálatas 6.17 – “Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas de Jesus.”

Essa tatuagem você está disposto a fazer?

 

A máquina não é aquela com o sonoro pêÊÊE... da agulha trabalhando, mas o farfalhar das páginas da Bíblia, o tatuador não é um sujeito feioso, mas o próprio Espírito Santo, e o desenho, ah, esse sim apontam pra Cristo!

 

Topa seguir à moda de Cristo?

 

Jesus “adorado” pela galera:

Marcos 15.14 – “Mas Pilatos lhes disse: Que mal fez ele? E eles (a multidão) gritavam cada vez mais: Crucifica-o!”

 

Jesus e suas “tatuagens”:

Marcos 15.15 – “após mandar açoitar Jesus” (lembra do filme paixão de Cristo - altas tattoos nas costas).

 

Jesus com o “boné” da moda:

Marcos 15.17 – “e, tecendo uma cora de espinhos, lha puseram na cabeça.”

 

Jesus e seus “muitos amigos”:

Marcos 15.19 – “Davam-lhe na cabeça com um caniço, cuspiam nele e, pondo-se de joelhos, o adoravam.”

 

Jesus indo fazer seu primeiro “piercing”:

Marcos 15.20 – “Então, conduziram Jesus para fora, com o fim de o crucificarem”.

 

 

Pela Cruz,

Carlos Henrique

 

Ps.: “Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam” I Co 10.23

18 comentários:

  1. A melhor explanação sobre tatoo, biblicamente fundamentada, que eu já vi na vida.

    Parabéns Carlos! Excelente trabalho!

    Deus abençõe!

    ResponderExcluir
  2. Acho que a Paz de Cristo tem que ser árbitro em nossos corações. Se a pessoa quiser fazer uma tatuagem porque gosta e quer estampar a fé na pele (e não por puro modismo), não vejo problemas e acredito que possa ser, sim, uma forma de evangelismo.

    ResponderExcluir
  3. Amigo-conselheiro Carlos,

    Obrigado por me responder. Aliás, essa pergunta nem sequer seria pra mim, mas apenas uma pergunta que frequentemente sou questionado, daí quis que vc publicasse algo à respeito pra sanar as dúvidas recorrentes entre os jovens, esclarecer mais, isso é importante!

    Obrigado por ter contribuído com o tema.

    Deus te abençoe irmão. Estamos juntos!!!

    Jorge Júnior
    (Jota)

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!!!!
    Nunca quis fazer uma tatoo agora quero menos ainda!!!

    ResponderExcluir
  5. Sensacional. Parabéns! Deus te abençoe!
    PS: ganhei meu dia.

    ResponderExcluir
  6. Carlitos,
    Que Post abençoado a cerca da Tatuagem
    Que Deus te abençoe cada dia mais para continuar usando o seu blog como forma de propagação do evangelho.

    ResponderExcluir
  7. É carlitos! Gostei do texto que diz que nós temos que fazer tudo para a glória de Deus! Esse será o Juiz!

    ResponderExcluir
  8. C.H Spurgeon! Carlos Henrique Spurgeon!!

    Excelente post!

    Como o Rev. Misael (lá do Gama!) costuma dizer nesses casos de "Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm":

    "Se você vai fazer alguma coisa que vai levar muito tempo pra explicar, é melhor não fazer."

    Que Deus continue enchendo-lhe do Espírito de sabedoria!

    ResponderExcluir
  9. Queridos e Queridas,

    Nada como um bom estímulo, vocês são mais doce do que mereço!

    Com carinho,
    Carlos Henrique

    ResponderExcluir
  10. Caro Carlos, tenho 2 tatoos e toda vez q me perguntam "por que voce fez isso?" ou "o q significam essas coisas na sua pele?" eu tenho a oportunidade de dizer os significados delas "humildade". Jesus passou sua vida inteira falando sobre ser humilde e amar o proximo e eu com uma representação dessas no meu corpo consigo falar rapidamente um pouquinho sobre o q Jesus ensinou. Longe de mim comparar o q faço com o q Jesus fez por nós pois ele levou apenas 3 agulhadas mas q foram profundas ao ponto de atravessa-lo e não foi para que alguem pergunta-se a ele por que ele estava fazendo aquilo e sim pelo proposito de salvar a humanidade. Me pergunto se essa minima ação q faço de poder falar de algo q Jesus ensinou e q carrego na minha pele representando esse ensinamento e o fato de usa-lo como exemplo q ja dei a algumas pessoas não convem ou me torna um selvagem ou criminoso... pois quando as fiz queria uma representação em mim do que acredito. O certo é a ação ou o resultado? ou mais ainda a intenção do executor da ação? Ou nenhuma delas?

    Obrigado

    ResponderExcluir
  11. Querida Ana Cláudia e Querido Anônimo (23 de Abril 10:54),

    Imagine que eu, Anônimo e Ana Cláudia estamos indo de carro de Brasília a Goiânia. Em parte da viagem notamos que nossa gasolina está acabando. Mas, graças a Deus, surge um posto em nossa frente, paramos e completamos o tanque a R$ 2,00 (o litro), Ok?

    Seguimos viagem!

    Minutos depois novo posto e o susto: Gasolina a R$ 1,00 (o litro). Puxa Vida! Se arrependimento matasse.

    Com essa historinha eu te digo que eu tenho a plena certeza de que em algum momento da sua viagem cristã você irá se arrepender de ter feito sua tattoo.

    Noto que vocês são crentes, então, lhes entrego algumas passagens.

    "Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver" (1 Pedro 1:15)

    Santo, significa SEPARADO.
    Sua tattoo te deixa mais parecido com Cristo ou com o mundo?

    II Co 6.17
    "Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei".

    Vamos a outra passagem:

    I Co 2.1-6
    "Eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não o fiz com ostentação de linguagem ou de sabedoria.

    Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado.

    E foi em fraqueza, temor e grande tremor que eu estive entre vós.

    A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder,

    para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus.

    Entretanto, expomos sabedoria entre os experimentados; não, porém, a sabedoria deste século, nem a dos poderosos desta época, que se reduzem a nada"

    Viu aí, Paulão mostrando pra gente como é que se prega o evangelho.

    Fecho com essa:

    I Tm 4.16
    "Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes."

    Com carinho,
    Carlos Henrique

    Ps.: "Yes you can have a tattoo and go to heaven, but we don’t need to get a tattoo to show others the way to heaven."

    (Essa frase é tão massa que tô pensando em tatuá-la no meu braço!!!)

    ResponderExcluir
  12. I Co 1.18

    "Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus."

    ResponderExcluir
  13. deixando minha contribuição.....

    “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” Gênesis 1:27.

    Aqui vemos que o homem, coroa da criação de Deus, foi feito “a sua imagem e semelhança”. Assim, não precisa de complementos em seu corpo, pois já foi feito semelhante ao Ser mais perfeito do universo. Fazer algum tipo de marca que mude esta imagem e que traga dor naquilo que é considerado o “santuário do Espírito Santo” (ver I Coríntios 3: 16-17, 6:19-20) é demonstrar que não está contente com sua imagem (semelhante a de Deus) e desrespeitar a Deus.

    "Pelos mortos não ferireis a vossa carne; nem fareis marca nenhuma sobre vós. Eu sou o SENHOR." Levítico 19:28.

    Portanto, apesar de não estarem os crentes sob a lei do Velho Testamento nos dias de hoje (Romanos 10:4; Gálatas 3:23-25; Efésios 2:15), o fato de não ter havido uma ordem contra tatuagens deveria nos fazer pensar sobre a questão. O Novo Testamento não faz menção sobre os crentes fazerem ou não tatuagem.
    Um princípio importante das escrituras a respeito de casos sobre os quais a Bíblia não lida especificamente é que, se há dúvidas se isto agrada ou não a Deus, então é melhor não fazê-lo. “Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado” (Romanos 14: 23). Precisamos ter em mente que nossos corpos, assim como nossas almas, foram redimidos e pertencem a Deus. Apesar de não se aplicar diretamente a tatuagens. I Coríntios 6: 19-20 nos dá um princípio: “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” Esta grande verdade deve sempre pesar no que fazemos e até onde podemos ir em relação a nossos corpos. Se nossos corpos pertencem a Deus, deveremos sempre nos certificar de que temos Sua clara “permissão” antes de neles deixarmos “marcas” com tatuagens.
    Do mesmo modo que o apóstolo Paulo, as únicas marcas que deveríamos trazer em nós deveriam ser aquelas em favor de Cristo: "Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas de Jesus." Gálatas 6:17.

    ResponderExcluir
  14. Carlitos, vc é show!!
    Nunca li um texto que aborda tão claramente e tão à luz da palavra esse assunto!!

    Simplesmente fantástico!!!

    ResponderExcluir
  15. Patrícia Fernanda Torres14 de maio de 2010 21:09

    Muito bom esse texto Carlos, que Deus continue te usando pra falar dessa maneira tão próxima e íntima das pessoas...te admiro muito! Um abraço!

    ResponderExcluir
  16. Que nada, Paty!
    Sou só mais um "h" no meio do dicionário.

    Para entenderem minha piadinha, acesse: www.abicicleta.wordpress.com e leia o texto: Inadequado.

    Abração, Paty!

    ResponderExcluir

OBRIGADO pelo seu comentário!!!